2007-01-14

Bandidos e Mocinhas
Nelson Motta
Palavra, 2006
Policial tropical carregado de mocinhas arrojadas e bandidos que andam sempre de pau levantado. Apreciasse sobretudo a escrita escorreita e atrevida, ao estilo da personagem principal e outras mocinhas.

"Lana Leoni é uma atriz sexy e decadente que morre no palco, misteriosamente assassinada durante a encenação de um polêmico sucesso teatral carioca. Descobrir a identidade do assassino é apenas o ponto de partida desta envolvente trama policial. Fã de carteirinha dos livros de suspense, Nelson Motta constrói um enredo de secretas perversões e paixões mortais, em que bandidos se apaixonam e mocinhas cumprem impiedosamente as leis do desejo. Um Pulp fiction carioca de luxo. Casada com um milionário pervertido, e objeto da paixão de um grande traficante, a morte de Lana mobiliza personagens de mundos opostos. Dida, um bandido inteligente e charmoso, quer descobrir quem matou a amada de seu melhor amigo. Marlene, delegada sedutora e competente, não gosta de deixar sem solução os casos que chegam à 14a DP - e será implacável ao investigar o caso Lana Leoni, como só as mocinhas mais malvadas e imprevisíveis conseguem ser. Segundo romance de Nelon Motta, Bandidos e Mocinhas é um livro surpreendente e divertido, onde o mundo do show-biz se entrelaça, deliciosamente, com os bastidores de uma investigação policial carioca. Nelson Motta estreou na ficção com o livro O Canto da Sereia. Ele também é autor de Noites Tropicais, Confissões de um Torcedor e Nova York É Aqui."

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.