2008-06-02

Preservar a mediocridade

Foram várias as ideias apresentadas por José Salceda na tertúlia ocorrida há dias em Guimarães, na Escola de Engenharia da Universidade do Minho. O orador convidado, vice-presidente e CEO da MultiWave Networks, professor catedrático com nomeação definitiva da Universidade do Porto, parece ter entrado em "ruptura cultural" com a universidade portuguesa. Advogou que o discurso público existente em Portugal em torno da empregabilidade deveria pura e simplesmente ser banido. A própria palavra causa-lhe incómodo, daí que proponha a sua substituição pela expressão "oportunidades de trabalho". Entre outras ideias que defendeu incluem-se, por exemplo, a necessidade de conferir maior autonomia às universidades, atribuir-lhes responsabilização, e escolher o reitor através de concurso internacional. Considerou ainda que o estatuto da carreira docente universitária é um instrumento que "existe para preservar a mediocridade".

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.