2008-10-28

Um sorriso amarelo ou porque não os Jerónimos?

Diverte-me ver um Governo socialista a esgrimir argumentos com a lider da oposição sobre as virtudes da manutenção no Estado de actividades como a banca e a televisão e ao mesmo tempo entregar a uma das maiores empresas de construção civil, significativamente gerida por um companhon de route, a frente ribeirinha do rio Tejo, em Lisboa, ao que parece para empilhar contentores! Digam lá se não há consistência nestas políticas.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.