2008-12-04

Olha o risco sistémico

Proponho ao leitor um exercício simples: imagine uma PME do sector têxtil. Emprega, mesmo assim, largas dezenas de trabalhadores, ao ponto de ser o maior empregador da sua freguesia. Passa por sérias dificuldades financeiras e, a agravar o seu estado, sabe-se que efectuou operações com risco elevadíssimo. O que acha o leitor se as maiores empresas têxteis fossem resgatá-la do precipício em que se meteu, com a garantia do Estado? E, já agora, e se fosse o café da minha rua, que serve a melhor bica das redondezas? Faria sentido, virem os restaurantes dar-lhe uma ajudinha com aval estatal?

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.