2009-01-20

Nem massa, nem biomassa

«A biomassa parece ser, definitivamente, uma aposta perdida deste Governo. Há três anos, o Executivo de José Sócrates anunciou, numa vaga de mediatismo, o desenvolvimento desta fonte de energia renovável, prometendo gerar um investimento próximo dos 250 milhões de euros e a criação de 800 empregos com a construção de 15 centrais de biomassa, de Norte a Sul do País. Lançados os concursos, em Fevereiro de 2006, até agora nenhuma das centrais está a funcionar e foram apenas adjudicadas quatro licenças, duas das quais ainda nem sequer estão em construção [...].» (Jornal de Negócios, 19 de Janeiro de 2009). Acrescente-se o facto do Governo ter prometido que tudo estaria em funcionamento até final de 2007. E já estamos em 2009.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.