2009-05-03

Política à portuguesa na internet

Subitamente, os partidos políticos portugueses desmultiplicam-se em iniciativas na internet. Não há partido ou movimento sem meia-dúzia de sítios diferentes: são os sítios mais ou menos institucionais, há blogues oficiais e oficiosos para todos os gostos e feitios, páginas mais ou menos pessoais e até há espaços no Twitter, Facebook, YouTube e sabe-se lá mais o quê. O problema é que, quando a desmultiplicação é assim tão grande, não passam lamentavelmente de espaços vazios a querer dar um ar da sua graça à Obama, com a diferença de que o debate e propostas sérias raramente passam por ali.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.