2009-06-01

Actuação suspeita

«Ministério da Economia invoca cláusula de confidencialidade no contrato que cedeu ao grupo Pestana a exploração das Pousadas de Portugal e recusa entregá-lo aos deputados. Lei só prevê recusa em caso de segredo de Estado.» (Diário de Notícias, 1 de Junho de 2009). Num país em que as instiutições funcionam, das duas uma: ou o contrato aparecia rapidamente ou o ministro saía, cabendo ainda assim ao Governo disponibilizar o contrato à Assembleia da República.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.