2009-12-27

Diário de Bordo (8)

A entrada de hoje é sobre a preparação duma viagem. A Fátima, ao Vespa World Days 2010, 44.º encontro mundial de Vespas a realizar entre 1 e 4 de Julho próximo. Em Vespa, evidentemente. Há já várias semanas que vinha adiando a inscrição. Em primeiro lugar porque a resposta da organização a uma dúvida que coloquei vinha escrita num português demasiado mau. Tão mau, que ainda agora me questiono se a percebi devidamente. Depois foi uma outra dúvida: até que ponto a família desejaria ir, sendo certo que a irem os quatro, isso implicaria metade da família em Vespa e a outra metade em automóvel? Consultadas as pretensões do Simão, este rapidamente ficou animado com o evento. Tanto assim foi que, entusiasmado, disse à Mãe algo que achei particularmente adequado ao local: «Se Deus quiser, vamos a Fátima». Em contrapartida, a Sofia é ainda demasiado pequena para a aventura e muito provavelmente não gostará de saber que não tem lugar na Vespa, embora seja uma grande apreciadora de passeios ensandeuichada (oops, que palavra!) entre mim e o irmão.



Questiono-me se a hérnia discal aguentará uma jornada de vários dias seguidos de Vespa, começando com o percurso de 275 kms entre Braga e Fátima. Se em pequenas jornadas de fim-de-semana de poucas dezenas de kms a coluna se ressente, como será ir até Fátima com o Simão e carga?! É certo que o clima de verão é mais amigável para a coluna, mas mesmo assim um "ataque de hérnia discal" é algo que me preocupa. E para isto só há uma solução: desencadear um programa fisíco para tornar os músculos das costas mais robustos. E não me sai da cabeça que temos que ir. Desde logo pelo Simão e por não ser previsível algo idêntico em Portugal nos anos mais próximos.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.