2011-11-08

Receitas da indústria nas universidades portuguesas

Subitamente ao confrontar-me com colegas de várias universidades, apercebo-me de que, para além da minha universidade, em várias outras está em curso um debate sobre estratégia, a própria estratégia das instituições em causa. E é precisamente isso que é curioso: qual passe de mágica, toda a gente desata de um momento para o outro a debater a estratégia. O que fará que isto aconteça? Como é que um conjunto alargado de concorrentes enveredam todos eles, de forma simultânea, por esta discussão? Será que a mudança de Governo e as dificuldades financeiras do país (os factos mais relevantes dos últimos meses, mesmo para as universidades) justificam, só por si, esta súbita preocupação? Ou estaremos perante aquilo que J. Spender chamou apropriadamente de receita da indústria?

Uma receita da indústria é um conjunto de normas e rotinas assumidas por uma comunidade de organizações que interagem frequentemente umas com as outras e que as leva a partilhar uma visão comum sobre a gestão dessas mesmas organizações. E, sendo assim, quem terá suscitado este debate, em primeiro lugar? Arrisco que ele tenha partido do CRUP (a entidade que reúne os reitores das universidades públicas) e não de nenhuma universidade em particular que subitamente tenha visto no debate da estratégia a fórmula adequada para lidar com os tempos de incerteza em que vivemos. Se, por um lado, esta partilha provoca efeitos positivos interessantes para algumas organizações (normalmente as menos atentas), também é verdade que, por outro lado, a institucionalização das receitas, o próprio comportamento mimético das organizações gerado por essas receitas ou a menor capacidade para gerar oportunidades que envolvam rupturas são frequentemente resultados menos interessantes desta partilha. Daí que estes processos devam ser informados, mas não limitados, pelas receitas da indústria. É que no sector em causa, para além da súbita e generalizada crença nos benefícios da estratégia (ou, mais rigorosamente, no plano estratégico), existem muitas outras receitas instituídas.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.