2013-09-03

Venham mais 170

Há aniversários que vale a pena assinalar. É o caso da bonita idade de 170 anos que o The Economist alcançou ontem. O corte de custos e sobretudo a escassez de tempo para ler a sua longa edição semanal - onde, evidentemente, também cabem temas menos motivadores - levaram-me, há já largo tempo, a interromper a sua assinatura em papel. Num processo, aliás, comum à generalidade dos media que levam o consumidor a mover-se cada vez mais para plataformas digitais. E é precisamente nestas - seja em blogues, redes sociais ou o que quer que seja - que é impossível não acompanhar alguns dos debates estimulados pelo The Economist. Daí que deva assinalar este aniversário, recomendando ao leitor, por exemplo, o blogue The Economist explains (com radar na coluna do lado direito de Empreender) que iniciou ontem mesmo a resposta a um conjunto de questões frequentes sobre a revista. Dificilmente haveria melhor forma de o fazer senão colocando esta dúvida pertinente: o The Economist é de esquerda ou de direita? Veja a resposta em artigo escrito como habitualmente com o estilo do ... The Economist.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.