2013-10-07

O teu reality show

Nem a universidade escapa à moda do reality show! Neste exemplo, ele envolve "empresas extraordinárias", oportunidades, "imensas oportunidades", uma "enorme vontade". E até se pode "mudar o mundo". Fica um extracto do que aí vem. Onde se pode ler com todas as letras que a intenção é essa mesmo, fazer um reality show:
«[...] O conceito Pitch Bootcamp é um género do programa televisivo "Ídolos", mas os juizes são empresários/empresas sentados a mesa e os jurados são simples jovens com ideias, ou apenas com uma enorme vontade de trabalhar e mudar o mundo. Durante dois dias os interessados aprendem intensivamente a procurar trabalho, a perceber a sua proposta de valor, a melhorar os seus CVs, a descobrir quem são os seus clientes e a contactar com diversos CEOs e empresas. [...]»
A continuar assim, chegará o dia em que alguém fará duma unidade curricular uma daquelas séries americanas com n temporadas e x episódios por temporada. E depois chegará o tempo da telenovela. Brasileira, portuguesa ou mexicana? Não importa, venha ela. E se algum docente menos dado ao espectáculo e ao efémero preferir romances russos ou cinema francês vai ficar mal posicionado no share.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.