2008-07-26

Originalidade

A criação de um novo curso de medicina, neste caso na universidade do Algarve, não pode deixar de levantar perplexidade pois é apresentada como uma pós-graduação dirigida a licenciados em determinadas áreas, motivo que justiticará uma duração intermédia entre uma licenciatura convencional (três anos) e uma licenciatura em medicina (ao que julgo saber entre cinco e seis anos). Significará isto que estes pós-graduados pelo Algarve que venham a deter uma pós-graduação terão habilitações idênticas aos médicos que possuem uma graduação? Estranho. E como fica o finacimanto? Quais os critérios utilizados? Estaremos perante uma mera arbitrariedade baseada na crença errada que o país tem poucos médicos? Enfim, mais uma das manobras trapalhonas e originais que o Governo nos vai servindo e merecem ser bem explicadas.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.