2009-05-25

Água do mar

Que a médica receite espinchos de água do mar, tudo bem. Que se encontre água do mar à venda na farmácia para fins medicinais, tudo bem ainda. Agora pagar quase 10 euros por 135 mililitros da dita (aproximadamente um copo), já apetece ir de carro ali a Esposende e trazer um barril. Mais grave ainda, constatar que Portugal importa água do mar de França, não lembraria ao diabo. Estamos pois perante um bom exemplo de que a um país não basta possuir recursos. Necessita também desenvolver as capacidades necessárias para aproveitar esses recursos, o que, por si, também é um recurso, mas não tão acessível como, por exemplo, a água do mar em Portugal.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.