2009-05-26

Inserção no mercado de emprego

A crónica de Avelino de Jesus no Jornal de Negócios de hoje volta a ser altamente recomendável. Discute novamente o (des)emprego informado por dados que muito poucos conhecem. Um dos dados que mais me chamou a atenção foi saber que em 2006, 11 por cento dos estudantes do ensino superior em Portugal entre os 20 e os 24 anos acumulava o estudo com trabalho, contra uma média da OCDE de 37 por ccento (na Holanda este valor atinge 69 por cento). Como se vê, estão em causa modelos de inserção profissional deveras distintos, nuns casos mais progressivos e com sucesso; noutros casos, essa inserção é difícil, quase dramática. Grande ilação da minha parte: começar a trabalhar quanto antes melhor. Digo eu.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.