21 novembro 2009

Modelo fundacional com rosbife

No jantar que precedeu ontem a entrega de diplomas do Magellan MBA, no qual fiquei emparelhado entre a minha ilustre colega que assume presentemente a presidência da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho e o reitor da Universidade do Porto, não iria evidentemente perder a oportunidade para uma conversa fundacional sobre a experiência inovadora da Universidade do Porto. Ainda para nais tratando-se de um reitor acessível e de espírito aberto, curiosamente com o doutoramento também feito no UMIST. Foi por isso animada a conversa e especialmente gratificante confirmar que aquilo que penso sobre as virtudes do modelo fundacional correspondem ao que se tem passado na maior universidade do país. De cuja decisão pioneira em Portugal espero que resultem ajustamentos estruturais para o sector. E neste processo, receio que a Universidade do Minho esteja a perder posições.

ShareThis