2017-03-13

Negócios na internet e serviços profissionais para treinadores de futebol

Parece garantido que existe em Portugal uma classe de treinadores de futebol com provas dadas. Provas dadas nas mais diversas competições, tanto nacionais - em Portugal e em muitos outros países -, como nas mais diversas competições internacionais, sejam competições de clubes ou de seleções.



Os treinadores de futebol foram precisamente o objeto de estudo da dissertação de mestrado que José Miguel de Oliveira Maia realizou com o título Modelos de Negócio Baseados na Internet para Prestação de Serviços Profissionais a Treinadores de Futebol. Uma leitura atenta do título revela o objeto deste estudo deveras original mas pode sempre acrescentar-se que se trata de pesquisa realizada na interseção de duas áreas bem atuais: empreendedorismo, em particular o estudo dos modelos de negócio em contexto digital; e o marketing de serviços mais especificamente serviços profissionais a prestar a treinadores de futebol. A dissertação resume-se nos seguintes termos:
«O modelo de negócio tem ganho relevância nos últimos anos, tanto junto da comunidade empresarial como da comunidade académica. Apesar do conceito ter sido alvo de investigação a diversos níveis e nas mais diversas áreas, o número de estudos é ainda insuficiente, em virtude de se tratar de uma área de pesquisa relativamente recente. Esta dissertação contribui para o estudo do modelo de negócio na medida em que o analisa ao nível duma indústria, mas a partir da perspetiva do cliente, e no âmbito da prestação de serviços profissionais, colocando o público-alvo como o epicentro para o desenho do modelo de negócio. Esta dissertação foca-se em modelos de negócio para a prestação de serviços profissionais a treinadores de futebol através da internet. Foram recolhidas características que permitem avaliar quatro componentes do modelo de negócio diretamente ligados ao cliente: a proposta de valor, o relacionamento com os clientes, os canais de distribuição e comunicação, e os fluxos de receita. Nesta dissertação foram também identificadas seis taxonomias de modelos de negócio que apresentam características ajustadas à prestação de serviços e ao canal internet: comunidade, intermediação, publicidade, infomediação, subscrição e utilidade. Ambos, componentes e taxonomias, foram quantitativamente analisados com recurso a um questionário ao qual responderam 342 treinadores de futebol. Os resultados do estudo empírico revelam uma maior preferência por parte dos treinadores de futebol pelas taxonomias infomediação e comunidade, seguidas das taxonomias subscrição e publicidade. Independentemente da sua taxonomia, os treinadores de futebol demonstram preferência por modelos de negócio que privilegiem a qualidade da oferta, um serviço flexível e adaptável às necessidades individuais de cada um, e a conveniência de acesso ao serviço a qualquer hora e em qualquer lugar. Adicionalmente, esta dissertação discute ainda os contributos de natureza teórica para a compreensão do conceito de modelo de negócio assim como as implicações de natureza prática no contexto da prestação de serviços profissionais, através da internet, a treinadores de futebol.»
A dissertação foi submetida recentemente e será agora objeto de prova pública a realizar no dia 21 de março, pelas 10:30 horas, na sala de atos da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho. Do júri fazem parte as minhas colegas Cláudia Simões, que, na qualidade de diretora do Mestrado em Marketing e Estratégia, preside, Elisabete Sampaio e Sá que irá arguir, e eu próprio na qualidade de orientador.

Uns dias antes haverá uma outra oportunidade para ouvir José Miguel Maia a apresentar a sua pesquisa no evento EEG Research Day que terá lugar na próxima sexta-feira, 17 de março. A sua apresentação está agendada para as 11:00 horas na sala CP II - 306, cabendo o papel de "discussants" do trabalho aos meus colegas António Azevedo e/ou Ana Maria Soares, em sessão coordenada por Joaquim Silva.

Dada a originalidade da pesquisa em causa, o cuidado e rigor havido na sua realização, e as implicações que resultam da investigação, são sessões que recomendo fortemente.

Instagrams

© Vasco Eiriz. Design by Fearne.